MAPA ASTRAL

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

1474 PARA NÃO DIZER QUE EU NÃO DAS FLORES - O LIVRO

saiu galera


Esta dissertação de Mestrado trata da difusão das práticas e do ideário alternativos nos estratos médios urbanos, especificamente na cidade do Rio de Janeiro. Nosso objeto de análise é a terapia floral, uma medicina vitalista do início do século resgatada pelo complexo alternativo. Nosso objetivo aqui é demonstrar a relação existente entre o ideário da terapia floral e a trajetória social dos sujeitos que vão tornar-se terapeutas florais.
Nossa hipótese central é a de que a terapia floral, enquanto uma prática médica vitalista-alternativa, contribui para formulação de estilos de vida e concepções de mundo associados a uma “cultura alternativa” nos estratos médios urbanos. Por outro lado, enquanto possibilidade ocupacional no campo das práticas alternativas, a terapia floral produz alterações na biografia individual ao transformar o indivíduo em um sujeito ‘metamorfoseado’ ou ‘convertido’. Nossa discussão se desenvolve, portanto, no contexto da difusão de ideologias holistas no interior das sociedades individualistas modernas como representações de um Individualismo Libertário.
Categorias: Estudo Dos Homens, Estudo Das Minorias, Antropologia, Não Ficção, Corpo, Mente E Espírito, Ciências Humanas E Sociais
Palavras-chave: alternativas, antropologia, biografias, ciências, complexas, floral, holismo, humanas, individualismo, sociedades, terapia, terapias

https://www.clubedeautores.com.br/book/153923--PARA_NAO_DIZER_QUE_EU_NAO_FALEI_DAS_FLORES#.Ungj-BA4H-s

Nenhum comentário: