MAPA ASTRAL

sábado, 25 de abril de 2009

1130 AQUECIMENTO GLOBAL

será que não percebemos que somos nós que dependemos deles? meu velho ancestral sioux me contou num sonho: o fim da vida é o início da sobrevivência ... e esse é o tempo dos grandes homens e mulheres almas generosas!!! Uni-vos!!! em nosso próprio resgate namastê

1129 AQUECIMENTO GLOBAL

AQUECIMENTO GLOBAL

Introdução Todos os dias acompanhamos na televisão, nos jornais e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viu mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como tem ocorrido nos últimos anos.

A Europa tem sido castigada por ondas de calor de até 40 graus centígrados, ciclones atingem o Brasil (principalmente a costa sul e sudeste), o número de desertos aumenta a cada dia, fortes furacões causam mortes e destruição em várias regiões do planeta e as calotas polares estão derretendo (fator que pode ocasionar o avanço dos oceanos sobre cidades litorâneas). O que pode estar provocando tudo isso? Os cientistas são unânimes em afirmar que o aquecimento global está relacionado a todos estes acontecimentos.

Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aquecimento global está ocorrendo em função do aumento da emissão de gases poluentes, principalmente, derivados da queima de combustíveis fósseis (gasolina, diesel, etc), na atmosfera. Estes gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes, de difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Este fenômeno ocorre, pois, estes gases absorvem grande parte da radiação infra-vermelha emitida pela Terra, dificultando a dispersão do calor.

O desmatamento e a queimada de florestas e matas também colabora para este processo. Os raios do Sol atingem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verifica suas conseqüências em nível global.

1128 AQUECIMENTO GLOBAL

Conseqüências do aquecimento global:

- Aumento do nível dos oceanos: com o aumento da temperatura no mundo, está em curso o derretimento das calotas polares. Ao aumentar o nível da águas dos oceanos, podem ocorrer, futuramente, a submersão de muitas cidades litorâneas;

- Crescimento e surgimento de desertos: o aumento da temperatura provoca a morte de várias espécies animais e vegetais, desequilibrando vários ecossistemas. Somado ao desmatamento que vem ocorrendo, principalmente em florestas de países tropicais (Brasil, países africanos), a tendência é aumentar cada vez mais as regiões desérticas do planeta Terra;

- Aumento de furacões, tufões e ciclones: o aumento da temperatura faz com que ocorra maior evaporação das águas dos oceanos, potencializando estes tipos de catástrofes climáticas;

- Ondas de calor: regiões de temperaturas amenas tem sofrido com as ondas de calor. No verão europeu, por exemplo, tem se verificado uma intensa onda de calor, provocando até mesmo mortes de idosos e crianças.

1127 AQUECIMENTO GLOBAL

Protocolo de Kyoto:

Este protocolo é um acordo internacional que visa a redução da emissão dos poluentes que aumentam o efeito estufa no planeta. Entrou em vigor em 16 fevereiro de 2005. O principal objetivo é que ocorra a diminuição da temperatura global nos próximos anos. Infelizmente os Estados Unidos, país que mais emite poluentes no mundo, não aceitou o acordo, pois afirmou que ele prejudicaria o desenvolvimento industrial do país.

1126 AQUECIMENTO GLOBAL

Conferência de Bali:

Realizada entre os dias 3 e 14 de dezembro de 2007, na ilha de Bali (Indonésia), a Conferência da ONU sobre Mudança Climática terminou com um avanço positivo. Após 11 dias de debates e negociações. os Estados Unidos concordaram com a posição defendida pelos países mais pobres. Foi estabelecido um cronograma de negociações e acordos para troca de informações sobre as mudanças climáticas, entre os 190 países participantes. As bases definidas substituirão o Protocolo de Kyoto, que vence em 2012.

1125 AQUECIMENTO GLOBAL

Soluções para o Aquecimento Global

A emissão de gases poluentes tem provocado, nas últimas décadas, o fenômeno climático conhecido como efeito estufa. Este tem gerado o aquecimento global do planeta. Se este aquecimento continuar nas próximas décadas, poderemos ter mudanças climáticas extremamente prejudiciais para o meio ambiente e para a vida no planeta Terra.

1124 AQUECIMENTO GLOBAL

Soluções para diminuir o Aquecimento Global:

· Diminuir o uso de combustíveis fósseis (gasolina, diesel, querosene) e aumentar o uso de biocombustíveis (exemplo: biodíesel) e etanol.

· Os automóveis devem ser regulados constantemente para evitar a queima de combustíveis de forma desregulada. O uso obrigatório de catalisador em escapamentos de automóveis, motos e caminhões.

· Instalação de sistemas de controle de emissão de gases poluentes nas indústrias.

· Ampliar a geração de energia através de fontes limpas e renováveis: hidrelétrica, eólica, solar, nuclear e maremotriz. Evitar ao máximo a geração de energia através de termoelétricas, que usam combustíveis fósseis.

· Sempre que possível, deixar o carro em casa e usar o sistema de transporte coletivo (ônibus, metrô, trens) ou bicicleta.

· Colaborar para o sistema de coleta seletiva de lixo e de reciclagem.

· Recuperação do gás metano nos aterros sanitários.

· Usar ao máximo a iluminação natural dentro dos ambientes domésticos.

· Não praticar desmatamento e queimadas em florestas. Pelo contrário, deve-se efetuar o plantio de mais árvores como forma de diminuir o aquecimento global.

· Uso de técnicas limpas e avançadas na agricultura para evitar a emissão de carbono.

· Construção de prédios com implantação de sistemas que visem economizar energia (uso da energia solar para aquecimento da água e refrigeração).

1123 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

Aquecimento Global: 10 Perguntas

por Evaristo Eduardo de Miranda, agrônomo, com mestrado e doutorado em Ecologia na França, e pesquisador da Embrapa Monitoramento por Satélite

http://www.cartanaescola.com.br/edicoes/20/aquecimento-global-dez-respostas/view

1122 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

1. O que é o efeito estufa?

O efeito estufa é um fenômeno natural através do qual os gases da atmosfera terrestre mantêm uma temperatura média na superfície da Terra, com variações limitadas entre o dia e a noite. Sem o efeito estufa seria impossível a vida na Terra, pois a temperatura média seria 33ºC menor, com grandes extremos entre o dia e a noite, como ocorre na Lua e no planeta Marte. Ou, se a composição e a densidade dos gases fosse outra, semelhante à de Vênus, por exemplo, a temperatura seria elevadíssima. E isso inviabilizaria as formas de vida existentes. Os principais gases do efeito estufa são, pela ordem de contribuição: CO2(60%), CH4 (15% a 20%), N2O (6%), O3, HFCs, PFCs e SF6. A preocupação atual é com alterações no efeito estufa e não com o efeito estufa propriamente dito.

1121 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

2. O que determina variações na temperatura da Terra?

As temperaturas da Terra variam na escala de milhares e milhões de anos. Em primeiro lugar, em razão da atividade solar. O Sol é a grande fonte de calor e aquecimento de nosso planeta e apresenta ciclos de maior e menor atividade. Em segundo lugar, em conseqüência do processo de esfriamento constante do próprio planeta, que já foi muito mais quente em sua formação. Em terceiro lugar, devido à composição da atmosfera do planeta. A atividade vulcânica, por exemplo, emite grandes quantidades de poeira, cinzas e gases, e pode provocar alterações na temperatura atmosférica. Finalmente, a disposição irregular e a movimentação das massas de terras emersas e de águas também afetam a temperatura da Terra, conjugados aos efeitos e às variações da inclinação do eixo terrestre (que determinam as estações do ano). Há apenas 8 mil anos, o clima era bastante diferente do atual: poucas florestas na Amazônia, grandes savanas repletas de animais no deserto do Saara etc.

1120 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

3. Desde quando ocorrem variações na temperatura da Terra?

Sempre ocorreram, porém, só nos últimos 200 anos os conhecimentos científicos permitiram uma visão dessas mudanças climáticas na história do planeta. Estudos evidenciaram a ocorrência de várias glaciações alternadas com períodos quentes nos últimos 200 mil anos. No último milênio, houve um período mais quente e também uma “pequena fase glacial”, no século XVIII. Desde 1870, as geleiras estão encolhendo. Quanto ao passado distante, a Terra enfrentou períodos geológicos marcados por climas e temperaturas muito diferentes da atual e por uma atmosfera com outra composição. Um exemplo é o Período do Carbonífero (355 milhões a 295 milhões de anos atrás), com a atmosfera muito rica em gás carbônico, o que favoreceu o desenvolvimento de uma vegetação exuberante e deu origem à maioria dos depósitos de carvão mineral explorados hoje em dia.

1119 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

4. Quando começou a nova fase de aquecimento global?

As primeiras medições quantificadas do clima datam do século XIX. No Brasil, dom Pedro II foi responsável pela instalação de uma grande rede de postos meteorológicos e de medição de marés. Há cerca de 30 anos, com o advento dos satélites artificiais, o monitoramento do clima planetário ganhou uma nova dimensão. A capacidade de detectar fenômenos como secas, furacões e tufões foi muito ampliada, melhorou a previsão do tempo, a segurança dos transportes e, sobretudo, com os novos computadores, foi possível a construção de modelos para simular o comportamento dos climas. A criação da Organização Meteorológica Mundial contribuiu para uma visão mais organizada dos fenômenos climáticos e, há cerca de 20 anos, surgiram trabalhos científicos evidenciando tanto mudanças na composição química da atmosfera terrestre como indícios de aumento na temperatura média do planeta.

1118 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

5. O que contribui para o aquecimento global?

Durante milênios, as atividades humanas foram baseadas em energias renováveis: força muscular, energia solar, ventos, cursos d’água, lenha e carvão vegetal. Com o crescimento econômico e populacional, e o advento da Revolução Industrial, houve grandes desmatamentos nos países do Hemisfério Norte, na Ásia e na África, conjugados a um uso intensivo e crescente de energias não renováveis, como o carvão mineral e o petróleo. Com isso, a atmosfera passou a acumular bilhões de toneladas de gases ligados ao carbono (sobretudo dióxido de carbono e metano, além de óxidos de nitrogênio e hidroclorofluorcarbonos ou HCFCs). Tal carbono fora imobilizado ao longo de milhões de anos pela atividade biológica do planeta, sob a forma de carvão mineral (florestas do Carbonífero) e petróleo (atividade do plâncton marinho). Sua emissão acelerada e o conseqüente enriquecimento progressivo da atmosfera terrestre com gases de carbono têm efeitos sobre o clima e os ecossistemas.

1117 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

6. Como países em desenvolvimento contribuem para o aquecimento global?

Cerca de 75% das emissões de gases com efeito estufa são geradas pelos países desenvolvidos. A considerar-se o volume de gases produzidos nos últimos dois séculos, essa contribuição total ultrapassa os 90%. Isso não significa que os países subdesenvolvidos também não contribuam para o fenômeno. O crescimento econômico de nações de grande porte – como Brasil, China, México, Índia e Indonésia – é acompanhado pelo uso crescente de carvão mineral e petróleo e ainda por desmatamentos seguidos de queimadas, que lançam na atmosfera o carbono imobilizado nas árvores, como ocorreu em passado recente na Europa, Rússia e América do Norte.

1116 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

7. O aquecimento global significa mudanças no clima da Terra?

As evidências de alterações na atmosfera do planeta são observáveis e uma série de dados permite constatá-las. Estima-se que a temperatura média da atmosfera já tenha aumentado 1oC nos últimos cem anos. Contudo, isso não significa que todas as regiões do mundo estão mais quentes. É muito complexo formular hipóteses e desenhar cenários sobre as prováveis conseqüências. Os pesquisadores recorrem a modelos matemáticos para simular o futuro do clima em cada região, mas os resultados das simulações levam a interpretações controversas. Em outras palavras, há evidências de mudanças nos parâmetros climáticos do Planeta, como já ocorreu no passado por causas naturais. Agora as mudanças estão ocorrendo, e até sendo aceleradas, por uma combinação de causas naturais e humanas. Mas é complexo determinar com precisão quais as conseqüências de tais alterações em cada localidade.

1115 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

8. Como detectar os efeitos de um possível aquecimento global?

Os registros de fenômenos sensíveis, como a dinâmica das geleiras, o nível dos oceanos, a temperatura das correntes marinhas e determinados dados meteorológicos são indicadores importantes sobre mudanças climáticas ou, pelo menos, do regime climático (intensidade de chuvas, extremos de temperaturas, ocorrências de secas, inundações, furacões etc.). Essa rede de medidas está cada vez maior e mais integrada na escala planetária.

1114 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

9. Desmatamentos e queimadas contribuem para o aquecimento global?

Sim, mas desmatamento não é sinônimo de queimada, sobretudo quando se trata de calcular emissões de carbono. A maior parte do carbono estocado nas florestas concentra-se nos troncos das árvores. E a madeira dos desmatamentos nem sempre é queimada e, sim, transformada em tábuas, postes, portas, esquadrias, pilares, móveis. Os galhos e as folhas, e os resíduos das serrarias são queimados. E a contribuição destes para o aquecimento global é bem menor. Ou seja, no caso do desmatamento brasileiro, especialmente na Amazônia, as emissões correspondem a cerca de 40% do carbono da floresta e não a 100% como é erroneamente estimado e divulgado, inclusive nos relatórios oficiais de emissões nacionais para a Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas. As queimadas agrícolas contribuem muito pouco para o efeito estufa. O carbono emitido pela queimada da palha de cana-de-açúcar na colheita é retirado da atmosfera pela própria cana, quando esta volta a crescer. O carbono emitido na queimada de uma pastagem ou de um cerrado na estação seca volta a ser retirado da atmosfera na estação chuvosa, quando a vegetação volta a crescer. Apenas no caso de serem queimados também os troncos derrubados existe uma emissão líquida de carbono, pois as culturas plantadas no lugar da floresta nunca retiram da atmosfera um estoque de carbono semelhante ao acumulado pelas árvores cortadas. Mesmo se as queimadas não contribuem tanto para o efeito estufa, não se justifica seu emprego na agricultura, pois elas geram outros impactos ambientais indesejados. E já existem tecnologias adequadas e sustentáveis para substituir o uso do fogo.

1113 AQUECIMENTO GLOBAL 10 PERGUNTAS & RESPOSTAS

10. Que soluções existem para o problema do aquecimento global?

Pode-se agir essencialmente sobre causas humanas. São dois caminhos: reduzir as causas e adaptar-se às mudanças. Para reduzir a emissão de gases de efeito estufa é fundamental trocar o carvão e o petróleo por energias renováveis, como o etanol, por exemplo. As cidades e países mais sensíveis a essas mudanças já estão se adaptando, mas o custo dessas adaptações poderá representar de 3% a 5% de seu PIB. Existem projetos para filtrar, comprimir e injetar o CO2 das fábricas em antigos poços de petróleo ou de gás natural já esgotados, ou ainda em sedimentos abaixo dos oceanos. A capacidade da crosta da Terra de armazenar CO2 seria de uns 10 trilhões de toneladas, o equivalente a 400 anos de emissões nos níveis atuais. O custo dessa opção é altíssimo e as dificuldades técnicas, enormes. Além disso, não resolvem a emissão nos veículos. Existem idéias polêmicas de aumentar a absorção de carbono nos oceanos, multiplicando o fitoplâncton, porém, isso acidificaria as águas, com graves impactos sobre a vida marinha. Na mesma linha da ficção científica, há projetos para colocar refletores de calor em órbita e desviar raios solares e até uma espécie de guarda-sol no espaço. O melhor mesmo é toda a população adotar um comportamento mais responsável e todos os países se engajarem de forma solidária, justa e equilibrada nesse esforço.

http://www.cartanaescola.com.br/edicoes/20/aquecimento-global-dez-respostas/view

quinta-feira, 23 de abril de 2009

1112 SALVE JORGE!!! OGUM IÊ!!!

Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.

Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos.

Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.

São Jorge Rogai por Nós.

terça-feira, 14 de abril de 2009

1111 PORTAL 11:11

O PORTAL 11:11

O ciclo de ativações planetárias prosseguiu em fevereiro de 1988, no movimento conhecido como “Earth Link”, em Uluru (Austrália), divulgado por Vincent Selleck; em 20 de abril de 1990, com “Dia do Planeta Terra”, e em 11 de janeiro de 1992, com a abertura do “Portal 11:11″, com a ativação centralizada na Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, e na Ilha do Sul, na Nova Zelândia. Houveram, também, muitos eventos planetários menores, como o “Star Link” (em Los Angeles – Califórnia), em 1988, que teria ativado a comunicação com a linha dévica do Reino Angélico (linha dévica), o “Cristal Light Link”, que ativou a polarização dos cristais, em abril de 1989, e o “Time Warp”, que é referente à aceleração de 200 anos siderais da vibração da Terra, em novembro de 1989.

O “Portal 11:11″, como ficou conhecido, foi aberto em 11 de janeiro de 1992 (curando nossos corações) e programado para se fechar em 31 de dezembro de 2011.

“Portais” geralmente são concebidos como lacunas ou rupturas entre dois mundos.

Pode ser visto também como um abismo ou separação que tem o potencial de unir duas esferas diferentes de energia.

O “Projeto 11:11″ é uma ativação planetária, ou ponte para uma nova espiral de padrão energético, completamente diferente da vivida até então, ponte essa criada pela chegada de novas e poderosas energias cósmicas.

O segundo portal do sistema 11:11 foi aberto em 05 de agosto de 1993 (e os dois se tornarão um), o terceiro em 1997 (em três estágios – 17 de maio, 17 de agosto e 12 de outubro – início da Conversão Antariana: “expandindo-se a um ser”) e o quarto em durante o eclipse total do sol que ocorreu as 11:11 de 11 de agosto de 1999 (o Portal Antariano).

Após a ativação do Portal Antariano, haverão as ativações dos Portais de 5º a 11º.

Estes Portais não serão ativados em um tempo específico no tempo linear, mas no não-tempo, mas o último portal se fechará em 31 de dezembro de 2011.

Então novos seres, conhecidos como Crianças Cristal, passaram a surgir em número cada vez maior, a partir do ano de 2000.

O movimento através do “11:11″ muda o alinhamento posicional do nosso atual sistema do “Grande Sol Central” para aquilo que é chamado de “Sistema do Grande Sol Central Maior”.

1110 CURSOS 2009 - PSICOTERAPIA HOLÍSTICA

TODOS OS CURSOS CONFEREM APOSTILAS E CERTIFICAÇÃO PEÇA A PROPOSTA DO CURSO: evertonyod@yahoo.com.br namastê

1109 CURSOS 2009 - PSICOTERAPIA HOLÍSTICA

CURSO DE FORMAÇÃO EM PSICOTERAPIA HOLÍSTICA

TURMA 2009-2010

PSICOTERAPIA HOLÍSTICA

O QUE É:

Trata-se de uma abordagem transdisciplinar, uma vez que integra fundamentação psicoterapêutica tradicional – com forte base freudiana – com outras propostas psicoterapêuticas – Jung, Reich, Bioenergética e Psicologia Transpessoal - e as Terapias Holísticas – como Terapia Floral, Astrologia, Reikiterapia, Tarologia, entre outras técnicas. Na intersecção destas diferentes escolas, linhas e abordagens encontra-se o fértil terreno onde a PSICOTERAPIA HOLÍSTICA ancora suas bases e paradigmas.

1108 CURSOS 2009 - PSICOTERAPIA HOLÍSTICA

A QUE SE PROPÕE:

Nos propomos a um entendimento do ser humano enquanto um sujeito dotado de dimensões subjetivas, simbólicas, que fundam sua constituição biológica, psíquica e espiritual. Assim sendo, assumimos uma proposta terapêutica que se preocupe em orientar para um equilíbrio holístico que considere essa integralidade.

1107 CURSOS 2009 - PSICOTERAPIA HOLÍSTICA

OBJETIVOS DO CURSO:

Além de fomentar a troca transdisciplinar entre os saberes, contribuindo para desenvolver o conhecimento inerente a disciplina, o Curso objetiva:

1 A Formação Profissional do Psicoterapeuta Holístico;

2 Criar condições de integração das atividades práticas com serviços existentes;

3 Oferecer um programa de disciplinas abrangente e profundo;

4 Criar e desenvolver campos de atividade prática;

5 Contribuir para o avanço e inovação na área da saúde através de uma nova metodologia de tratamento