MAPA ASTRAL

sábado, 5 de abril de 2008

492 FESTAS E CIVILIZAÇÕES - JEAN DUVIGNAUD

E, de fato, ninguém admite que o homem coletiva ou individualmente, dispõe de forças capazes de destruir a cultura e o mundo em que nasceu. Todas as sociedades antigas dispunham desta capacidade e a festa era aí a expressão evidente. Falamos continuamente de história e revolução, mas vivemos no sistema cultural imposto pela sociedade de produção. Muda-se o ponto de aplicação da energia, porém não se modifica o movimento geral da sua força. Então, onde fica a liberdade que deveria questionar até a nossa própria existência?

Nenhum comentário: