MAPA ASTRAL

sábado, 8 de março de 2008

454 DIA DA MULHER

No início do século XX, mais precisamente no ano de 1908, um grupo de 15 mil bravas mulheres participava de uma passeata na cidade de Nova Iorque. Elas se uniam, naquele momento histórico, para cobrar uma carga diária de trabalho menor, um pagamento mais justo e o sufrágio feminino.
Durante um encontro em Copanhague, na Alemanha, em 1910, propôs-se escolher uma data anual para o Dia Internacional da Mulher, uma homenagem ao movimento pelos direitos das mulheres e para ajudá-las na obtenção do direito universal ao voto. Mais de 100 mulheres de 17 países concordaram por unanimidade.
Finalmente, em 1911 foi celebrado o primeiro Dia Internacional da Mulher na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça, no dia 19 de março. Um milhão de homens e mulheres participaram do evento que reivindicava o direito a ocupar cargos públicos e o fim da discriminação de gênero.
Uma semana depois, um triste episódio marcou a trajetória da luta feminina: o "Triangle Fire". Um incêndio numa fábrica em Nova Iorque matou 140 mulheres, na sua maioria imigrantes judias e italianas, que planejavam iniciar uma greve. O fogo tomou conta do lugar cujas portas haviam sido trancadas pelos patrões.
Em protesto pelo fim da fome, da guerra e do czarismo, mulheres na Rússia aproveitaram o Dia Internacional da Mulher comemorado em 8 de março para iniciar uma greve geral em 1917. As manifestações culminaram com o início da Revolução Russa e quatro dias depois o Czar foi deposto. O Governo Provisório garantiu às mulheres o direito de votar.
Desde então, o Dia Internacional da Mulher passou a ser celebrado em todo o mundo e foi ganhando força a cada ano, mas só em 1975 a data foi oficializada pela ONU.
Mais do que um dia de comemorações e homenagens, o Dia Internacional da Mulher representa a luta feminina por igualdade de direitos numa sociedade que até hoje convive com a discriminação.

Nenhum comentário: