MAPA ASTRAL

domingo, 24 de fevereiro de 2008

446 DO PÓ VIEMOS...

Wikipedia:
"O campo magnético da Terra é revertido em intervalos que variam entre dezenas de milhares de anos a alguns milhões de anos, com um intervalo médio de aproximadamente 250.000 anos. Acredita-se que a última ocorreu 780.000 anos atrás, referida como a reversão Brunhes-Matuyama. O mecanismo responsável pelas reversões magnéticas não é bem compreendido. Alguns cientistas produziram modelos para o centro da Terra, onde o campo magnético é apenas quase-estável e os pólos podem migrar espontaneamente de uma orientação para outra durante o curso de algumas centenas a alguns milhares de anos. Outros cientistas propuseram que primeiro o geodínamo pára, espontaneamente ou através da ação de algum agente externo, como o impacto de um cometa, e então reinicia com o pólo Norte apontando para o Norte ou para o Sul. Quando o Norte reaparece na direção oposta, interpretamos isso como uma reversão, enquanto parar e retornar na mesma direção é chamado excursão geomagnética. A intensidade do campo geomagnético foi medida pela primeira vez por Carl Friedrich Gauss em 1835 medida repetidamente desde então, sendo observado um decaimento exponencial com uma meia-vida de 1400 anos, o que corresponde a um decaimento de 10 a 15% durante os últimos 150 anos."

445 2012 DESLOCAMENTO DO EIXO DA TERRA

(extraído da comunidade do Orkut - 2012; texto de Ramon)

Inversão dos pólos é REAL!!!

Para quem não sabe, a Terra possui um forte campo magnético que efetivamente filtra uma grande quantidade das microondas provenientes do sol. Sem este campo magnético, a vida na Terra seria praticamente inviável. E é este campo magnético que nos dá o famoso "norte" da bússola, por exemplo. Ocorre que o "norte" magnético nem sempre é no norte, e a Terra freqüentemente experimenta uma mudança total de eixo de seu campo magnético, isso é PROVADO e COMPROVADO pelas pesquisas geológicas em camadas de magma resfriado, por exemplo. O magma é frequentemente carregado de partículas de ferro, e é fracamente magnetizado pelo campo da Terra, só que um estudo geológico pode facilmente comprovar que ocorrem inversões periódicas deste campo em campo. Além de inúmeros outros testes, como a "assinatura" magnética nos pólos magnéticos da Terra que tem variado violentamente com o passar dos milênios. Agora vamos aos fatos mais "assustadores", para quem ainda não captou a moral da história. A Terra é uma esfera em que a crosta terrestre "sólida" tem uma espessura bastante pequena, e está permanentemente "boiando" sobre uma quantidade muito grande de material derretido "magma" fortemente impregnado de ferro e outros metais, que gira ao redor de um núcleo sólido de tamanho relativamente pequeno. Este material líquido em movimento cria uma espécie de "geodínamo", que produz o nosso campo magnético.

O fato é que, por algum motivo existe periodicamente uma inversão completa deste campo magnético, e a única explicação plausível na ciência para tal atualmente é que existe uma inversão do movimento deste fluido. Ou seja, periodicamente, todo o interior da Terra pára, e começa a girar para o OUTRO LADO! Isso acontece EXTREMAMENTE rápido, em questão de 1 MÊS o campo magnético da Terra gira 360 graus!!! Isso equivale a cerca de 6 graus POR DIA!!! Ninguém sabe explicar porque isso acontece, mas parece quase impossível explicar esse fenômeno sem uma causa externa à Terra. É necessário que haja uma enorme quantidade de energia envolvida com esse fenômeno! Não precisa ser um gênio para deduzir o que acontece com a crosta terrestre quando isso ocorre. No melhor dos cenários, por cerca de 1 semana ou mais, a Terra fica sem campo magnético, praticamente. Isto, por si só já seria praticamente responsável pela extinção da vida na Terra. Terremotos, tsunamis, ciclones e erupções vulcânicas de intensidade INIMAGINÁVEL seriam o cenário provável. Continentes são literalmente arrastados de suas posições. Sem contar que, se a maior massa da Terra começar a girar ao contrário, é quase impossível imaginar que a crosta da Terra não acompanha o movimento, ou seja, que a própria Terra não inverta sua rotação. As conseqüências deste fenômeno são arrasadoras para a crosta terrestre, historicamente, os pólos não apenas se invertem, mas são afastados centenas de quilômetros de suas posições originais. Por favor, desafio os céticos a pesquisarem, tudo o que estou falando é FATO! Esta inversão tem ciclos muito variados, mas acontece em média a cada 250 mil anos. Ora, estamos a cerca de 750 mil anos da última inversão. Este fenômeno não é exclusivo da Terra, inúmeros outros planetas possuem campo magnético, e muitos experimentam esta inversão. O próprio sol, inverte seus pólos magnéticos a cada 11 anos! Esta inversão é responsável (ou concomitante) pelos ciclos de "sol máximo" e "sol mínimo", em que as manchas solares aumentam estupidamente, e a quantidade de "flares" solares (emissão de massa coronal) se torna possível. Pequenos flares solares tem sido responsáveis nas últimas décadas por grandes distúrbios magnéticos elétricos e radioativos na Terra. Há alguns anos, um flare solar queimou parte das linhas de transmissão de energia de Quebec, induzindo cargas de até 1200 volts nas linhas. Ainda, antes que uma "inversão dos pólos" aconteça na Terra, normalmente é precedida por uma anormal redução do campo magnético da Terra (veja bem, eu não disse parada, mas redução drástica e rápida, uma espécie de "freada" do fluido. Nos últimos anos, a Terra tem sido vítima de uma abrupta redução do campo magnético, sendo que nos últimos 50-100 anos o campo magnético da Terra diminuiu mais do que nos últimos 2000 anos que precederam este período. Estas "instabilidades" do campo magnético tem sido conjeturas de que o "aquecimento global" possa ser um misto de "aumento de atividade solar" e redução do campo magnético da Terra, por vários pesquisadores sérios. Estamos presenciando uma inversão parcial do campo magnético hoje, chamada de "anomalia do atlântico sul”, que atinge atualmente o Brasil, principalmente sobre os Estados do sul. Esta anomalia é única e radicalmente intensa, aonde encontramos cerca de 30% do "escudo magnético" original, no resto da Terra encontramos cerca de 60%. Não seria hora de começarmos a nos preocupar com o assunto? Porque ninguém fala nisso? Uma teoria (e deixo bem claro agora que é TEORIA) que me pareceu mais razoável é a de que, se na Terra não existe a princípio força capaz de inverter o ciclo de uma massa tão grande como a do fluido de magma, devemos procurar uma explicação além de nosso planeta. Quem teria capacidade de injetar energia tão grande a ponto de fazer uma "proeza" física dessas? A resposta me pareceu bastante óbvia, o SOL! Excepcionalmente e comprovadamente, o sol emite "mega-flares", capazes de conduzir uma descarga eletromagnética e radioativa muito maior do que os flares normais. Indícios passados de maga-flares tem sido encontrados na Terra e na Lua, por exemplo. Agora imagine que o "geodínamo", que já está perdendo aceleração é atingido por um "curto-circuito" de proporções estelares, quem conhece algo sobre o assunto sabe que é perfeitamente possível vislumbrar não apenas uma inversão dos pólos, mas uma magnetização capaz de gerar um movimento que seria capaz de durar por centenas de milhares de anos novamente. Agora vamos "viajar na maionese". Em 2012 teremos o novo máximo solar, que está previsto pela NASA para ser um dos maiores dos últimos 50-100 anos. Estamos perdendo campo magnético em proporções nunca antes presenciadas (e preocupantes). Os maias previram o fim do calendário para 2012 (na verdade segundo alguns estudiosos, não o fim de um calendário, mas o fim de um "ciclo"). Os maias tinham profundo conhecimento astronômico e foram os primeiros a detectar a existência dos ciclos solares (boa parte da religião deles estava ligada ao sol). Imagine agora, por um momento, que eles SABIAM quando aconteceria o próximo "mega-flare" solar, e SABIAM das conseqüências

Civilizações como a Maia e a Egípcia possuem similaridades religiosas e culturais muito profundas, mesmo geograficamente isoladas. Vários animais e insetos são especialmente "sensíveis" ao campo magnético da Terra, inclusive se utilizando dele como forma de localização espacial. Será que essa alteração abrupta não pode estar diretamente ou indiretamente ligada ao "sumiço" das abelhas e a "loucura" dos elefantes? Nas últimas décadas, experimentamos uma radical alteração no clima da Terra, um aumento considerável no número de terremotos, ciclones, etc. E uma alteração violenta no campo magnético da Terra. Será que esses fenômenos que estão sendo pesquisados isoladamente não podem, em conjunto, ser mais facilmente explicáveis por um início da alteração da hidrodinâmica do fluido magmático? Incontáveis civilizações geograficamente isoladas possuem um mito similar de catástrofes climáticas que dizimaram uma "civilização predecessora", será mera coincidência, ou este fato nos foi passado de geração em geração, por milênios? Dilúvio bíblico, a lenda de Atlântida, lendas indígenas da América do Norte sobre inundações de proporções apocalípticas, são apenas histórias, ou se baseiam no fato de que, num passado remoto, isso REALMENTE aconteceu? Será que, com o passar dos milênios e com a destruição global de qualquer civilização porventura "predecessora", este conhecimento não adquiriria proporções "religiosas" no desenvolvimento de novas civilizações?

444 HOUSE SYSTEMS IN ASTROLOGY

HOUSE SYSTEMS USED IN ASTROLOGY

There are many house systems to choose from, but many have fallen by the wayside in recent years and are little used. For beginners the Equal House System is the most basic and simplest to understand. There are some astrologers who still use this system and it does have its validity. In fact it probably has more validity than the others do, as it is the oldest one, dating back some two thousand years and has its origins in the natural zodiac. Everyone has their favourite house system to use and some are very similar. Personally, I prefer to use both the Equal House System and Koch particularly for Horary astrology, though I do vary this at times.

The various House Systems are based on dividing time, as in Placidus or Koch, the ecliptic (Equal House) or space (Campanus). Probably the most common system in current use is Placidus, one of the quadrant systems, which uses the axis of the MC/IC as the cusps of the tenth/fourth houses. Some house systems, such as Placidus and all others listed here apart from the Equal House System, do not work well in higher latitudes as being too close to the pole some houses become huge, while others disappear altogether. They are all disposed to intercepted signs. The following is a list of the most common systems in current use, though there are many more.

Campanus - This system uses the four angles as the cusps of the 1st, 4th, 7th and 10th house and the division is linked to the four cardinal points. There appears to be some discrepancy regarding the pioneer of this system, although I accept that it may be due to the translation of the name. It is variously attributed to Johannes Campanus (Johannes being the latin version of John) or to Giovanni di Campani, both having lived in the 13th century. (perhaps someone with better knowledge than I would let me know)

Equal House - the simplest of all. This system uses the degree of the Ascendant as the basis for all the succeeding house cusps, so that each house begins at the same degree but of the next sign. It involves no further calculation of house cusps once the Ascendant is found as the houses are divided equally and there can be no intercepted houses. This is the basis for the natural zodiac so it would seem logical to follow it. The main disadvantage of using this system is that the MC/IC axis can be anywhere between the eighth/second house and the eleventh/fifth house. As the MC is a very important angle and is relative to the matters of the tenth house, it can be argued that the other systems which have the MC as the cusp of the tenth house, are more valid.

Koch - known as the birth place method, it uses time for its divisions counting from the MC to the Ascendant. This makes the birth place co-ordinates vital in the calculation. Because it uses the MC as its starting point, the MC is the most important angle of this type of chart and represents the ego, who you are and who you would like to become. In other words, the path of life starts with the MC and represents freedom of the individual and free will. It was devised by a German astrologer and advocated by Dr Walter Koch (1895-1970), hence its name.

Placidus - devised by Placidus de Tito, a 17th century mathematician. It is based on the time taken for the Ascendant to become the MC. As with the Koch system, it is open to having intercepted signs. Intercepted signs are those that do not form any house cusp but are sandwiched between two others within a house. This system gained popularity in the 19th century due to its use in Raphael's ephemeris since 1821.

Porphyry - Porphyry lived from approximately 233 - c.304 AD. He was a Greek philosopher known for his work on Ptolemy's "Tetrabiblos", the main foundation of astrology. The system is based on division of the ecliptic, it divides the houses by trisecting the semi-arc of the Ascendant/MC. The four angles are used respectively for the 1st, 4th, 7th and 10th houses, then each quadrant is divided equally as measured on the ecliptic. This system is not used as much as the others.

Regiomontanus - This system was more widely used in the old texts of astrology, but has for the most part fallen into disuse in recent years. It is based on the earth's movement around the sun, measured by the equator and the horizon. A 15th century astronomer, Johannes Muller, known as "Regiomontanus" devised the system.

Solar - often used where the time of birth is unknown. The position of the sun becomes the ascendant and the chart is read from there. This system is the one used in general daily sun-sign horoscopes.

443 PLANETA DOMINANTE EM UM STELLIUM

stellium ocorrido em 1962

Sinto o planeta dominante num stellium muito ligado ao seu papel no mapa como um todo ontem analisei um mapa de um pisciano com sol a 29° e uma conjunção exata a 6° de peixes entre marte e mercúrio tbm conjuntos - formando o stellium - com Júpiter à 28° de aquário Neste exemplo, Júpiter é o dominante, pois é co-regente de marte e mercúrio que estão em peixes e ainda é o dispositor do sol Como Júpiter está em aquário (e tbm saturno), Urano em Leão afeta estes planetas No mapa do Romário há um stellium entre vênus (retrógrado) a 3°, mercúrio a 4° e o sol a 9° de aquário. Como urano está em virgem e saturno em peixes com júpiter em gêmeos, o dominante é mercúrio - que ainda é o planeta enquadrado. Como a cúspide do FC está a 22° de capricórnio, se ela estivesse 1 grau a frente, colocando vênus na Zona Plus, a dominância seria de VÊnus - que ainda é o dispositor da lua taurina do baixinho. esse mercúrio dominante sem dúvida caracteriza a velocidade de raciocínio fundamental ao jogador de futebol... só para lembrar, no começo de carreira não havia que o alcançasse... combinado à intuição e inteligência dessa posição mercuriana temos os ingredientes que ajudaram a constituir simbolicamente esse "gênio (aquário é signo de gênio msm) da grande área"

sábado, 23 de fevereiro de 2008

442 BANCO DE DADOS ASTROLÓGICO - ATLETAS BRASILEIROS

Rogério Ceni, goleiro Nascimento: 22/01/1973, 21h30 Local: Pato Branco, PR - 052w40, 26s13 Fonte: site Constelar. Robert Scheidt 15/04/1973 - 22:00 - SP/SP A Ayrton Senna 21/03/1960 - 02:35 - SP/SP Guga 10/09/1976 - 03:30 - Florianópolis SC Gustavo Borges 02/12/1972 - 02:30 - Ribeirão Preto SP Nélson Piquet 17/08/1952 - 11:45 - RJ/RJ Robinho Robson de Souza Nascimento: 25/01/1984, 04h05 Local: São Vicente, SP - 046w23, 23s57 Fonte: site Constelar.

441 BANCO DE DADOS ASTROLÓGICO - ATLETAS BRASILEIROS

BANCO DE DADOS - ATLETAS BRASILEIROS

Ronaldo Fenômeno 22/09/1976 - 09:15 - Rio de Janeiro Zagallo 09/08/1931 - 18:00 - Maceió Telê Santana 26/07/1931 - 19:00 - Itabira MG Luxemburgo 10/05/1952 - 06:00 - RJ Felipão 09/11/1948 - 05:00 - Passo Fundo RS Pelé 23/10/1940 - 03:00 - Três Corações MG

440 BANCO DE DADOS ASTROLÓGICO - ARTISTAS INTERNACIONAIS

Name: Jagger, Mick Date: Jul 26, 1943 Time: 06:30 AM Std: BST Zone: Place: Dartford ENG Long: 0e12 Lat: 51n27 Category: Rock Star Source: Am. Astrology, May 82, p 6 referencing Lois Rodden's American Book of Charts & Q HIM Name: Delon, Alain Date: 08 Nov 1935 Time: 3:25 Std: GMT Zone: Place: Sceaux Long: 2E18 Lat: 48N45 Category: Actor Source: Taeger 2P

domingo, 17 de fevereiro de 2008

439 VOCABULÁRIO ASTROLÓGICO

Esfera Celeste: onde estão colocados os planetas, estrelas, etc., tendo a Terra como eixo dessa esfera (visão astrológica).

Eixo da Terra: eixo em torno do qual a Terra gira, definindo os Pólos Norte e Sul terrestres.

Eixo do Mundo: eixo da Terra projetado na esfera celeste, definindo os Pólos Norte e Sul celestes.

Equador Terrestre: plano horizontal da Terra, dividindo-a em duas partes iguais.

Equador Celeste: Equador Terrestre projetado na esfera celeste, também dividindo-a em duas partes iguais.

438 VOCABULÁRIO HOLÍSTICO

Coordenadas: Latitudes e Longitudes, através das quais pode-se determinar qualquer ponto referencial na Terra.

Latitudes: Norte-Sul, de 0° a 90° N/S – linhas horizontais a partir do Equador; são os paralelos e definem os Trópicos de Câncer e Capricórnio.

Longitudes: Leste-Oeste, de 0° a 180° L/O – linhas verticais a partir de Greenwich; são os meridianos.

437 VOCABULÁRIO ASTROLÓGICO

Caminho aparente do Sol: Tendo a Terra como centro de referência energética, caminho aparentemente (simbolicamente) percorrido pelo Sol em torno dela. Caminho este inclinado 23° 27’.

Eclíptica: Projeção do caminho aparente do Sol na esfera celeste, ocupando faixa de + ou – 17° (8 ½° N/S) na esfera celeste. Todos os planetas peregrinam nessa faixa, exceto Plutão que eventualmente ultrapassa esses limites.

Zodíaco: Essa faixa de + ou – 17° (8 ½° N/S) da esfera celeste onde estão os signos e constelações.

436 VOCABULÁRIO ASTROLÓGICO

Signos: Divisão de 12 setores que correspondiam a antigas constelações. Medem convencionalmente 30°.

Constelações: Grupamentos estelares que podem exceder essa faixa zodiacal. Não têm medidas fixas.

Equinócios: Pontos em que a eclíptica encontra o Equador Celeste, nos pontos vernais 0° do eixo Áries/Libra da passagem do Sol.

Solstícios: Pontos em que o Sol atinge seu cume (Zênite), no verão e seu ponto mais baixo (Nadir), no inverno.

Ângulos: Pontos equinociais e os solstícios na linguagem astrológica: Ascendente (Leste – 06:00); Meio-do-Céu (Norte – 12:00); Descendente (Oeste – 18:00); Fundo-do-Céu (Sul – Meia noite).

435 VOCABULÁRIO ASTROLÓGICO

Precessão dos Equinócios: movimento do eixo da Terra em torno dele mesmo, mov. extremamente lento, 25920 anos para ser completado. Percorre 1 signo a cada 2160 anos e 1° em cada 72 anos

Zodíaco Tropical: (Móvel) Usado no Ocidente, se pauta num posicionamento simbólico.

Zodíaco Sideral: (Fixo) Usado na Índia, leva em consideração o fator de Precessão dos Equinócios e o movimento das constelações.

Ayanamsa: diferença longitudinal entre os dois zodíacos.

Mandala: configuração que apresenta uma composição mais ou menos simétrica de vários tipos de formas, cenas e imagens simbólicas em torno de um centro. “O mapa astral representa a mandala da personalidade” Dane Rudhyar, Astrologia da Transformação.

Totalidade: de acordo com a visão jungiana da personalidade, como algo não-acabado e em evolução, consideramos a Astrologia como um guia para Auto-realização. Esse processo é a representação do caminho rumo a Totalidade.

434 31 DE MARÇO - DIA DO TERAPEUTA HOLÍSTICO

Institui o Dia Estadual do Terapeuta Holístico. Art. 1º - Fica instituído o Dia Estadual do Terapeuta Holístico à ser comemorado, anualmente, no dia 31 de março. Art. 3° - O Poder Executivo fica autorizado a incluir o Dia do Terapeuta Holístico no Calendário de Eventos Oficial do Estado. Art. 2º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. JUSTIFICATIVA

Este Projeto de Lei tem como objetivo instituir o dia 31 de março como o Dia do Terapeuta Holístico.

Terapia = harmonizar, equilibrar; Holística = do grego holus: totalidade.

Através da Terapia Holística a vida das pessoas pode tornar-se mais saudável, pois utiliza-se uma somatória de técnicas milenares e modernas, sempre suaves e naturais, proporcionando harmonia, autoconhecimento e incrementando a capacidade da pessoa tratada. Dentre estas técnicas podemos citar Yoga, Reiki, Tai Chi Chuan, Acupuntura, Aromaterapia, Homeopatia, Fitoterapia, Cromoterapia, Cristaloterapia, xamamismo, e outras terapias alternativas que ajudam a combater doenças de maneira eficaz e barata.

As popularmente chamadas de "terapias alternativas" são aplicadas pelo Terapeuta Holístico, que procede ao estudo e à análise do cliente, realizados sempre sob o paradigma holístico, cuja abordagem leva em consideração os aspectos sócio-somato-psíquicos. Cada caso é considerado único e deve-se dispor dos mais variados métodos, para possibilitar a opção por aqueles com os quais o cliente tenha maior afinidade, promovendo a otimização da qualidade de vida, estabelecendo um processo interativo com seu cliente, levando este ao autoconhecimento e a mudanças em várias áreas, sendo as mais comuns: comportamento, elaboração da realidade e/ou preocupações com a mesma, incremento na capacidade de ser bem-sucedido nas situações da vida (aumento máximo das oportunidades e minimização das condições adversas), além de conhecimento e habilidade para tomada de decisão. Avalia os desequilíbrios energéticos, suas predisposições e possíveis conseqüências, além de promover a catalização da tendência natural ao auto-equilíbrio, facilitando-a pela aplicação de uma somatória de terapêuticas de abordagem holística, com o objetivo de transmutar a desarmonia em autoconhecimento.

A OMS- Organização Mundial da Saúde reconhece a importância da fé e da religiosidade no desenvolvimento do processo de cura.

Considerando que o homem é corpo físico e espiritual, nenhum processo de cura pode hoje se dissociar de contemplar o homem como um ser múltiplo, devendo ser respeitados diversos aspectos ao proceder-se um tratamento de saúde.

Sabe-se também que a manifestação de uma desarmonia em todo esse complexo, consubstanciada no que chamamos doença, é, na maioria das vezes, a somatização, no físico, de um processo desarmônico em alguma parte do todo que é o homem.

A escolha do dia 31 de março como o Dia do Terapeuta Holístico é em homenagem a São Benedito. O dia de devoção a São Benedito é 31 de março.

O responsável por essa iniciativa é deputado estadual Giovani Cherini (PDT).

JÁ TEMOS UM DIA,

UM TEREMOS UNIVERSIDADE E LEGITIMIDADE

"OS ALQUIMISTAS ESTÃO CHEGANDO..."

namastê

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

433 AMAZÔNIA USA COMPANY

Segue abaixo o relato de uma pessoa conhecida e séria, que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. Trata-se de um Brasil que a gente não conhece. "As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui. Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução. Para começar o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense, pra falar a verdade, acho que a proporção é de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto falta uma identidade com a terra. Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro. Se não for funcionário público a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de Programas do governo. Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do Território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%, descontando-se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades. (Na única rodovia que existe em direção ao Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km) existe um trecho de aproximadamente 200 km reserva indígena Waimiri Atroari) por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados. Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da FUNAI. Detalhe: Americanos entram na hora que quiserem, se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem-se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se encontrar por aqui americano tipo nerds com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas pasme, se você quiser montar um empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí camu-camu etc., medicinais, ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar 'royalties para empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia... Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: É os americanos vão acabar tomando a Amazônia e em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí: 'Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa'. A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas. Fiquei sabendo que os americanos já estão construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudo objetivos de combater o narcotráfico. Por falar em narcotráfico, aqui é rota de distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e aqui tem Estrada para as Guianas e Venezuela. Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático)... Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares. Pergunto inocentemente às pessoas; porque os americanos querem tanto proteger os índios. A resposta é absolutamente a mesma, porque as terras indígenas além das riquezas animais e vegetais, da abundância de água são extremamente ricas em ouro (encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em quilos), diamante, outras pedras preciosas, minério e nas reservas norte de Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO. Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de Socorro a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma utoridade do sul que vá fazer alguma coisa. É pessoal, saio daqui com a quase certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho. Um grande abraço a todos. Será que podemos fazer alguma coisa??? Acho que sim. Repasse esse e-mail para que um maior número de brasileiros fique sabendo desses absurdos. Mara Silvia Alexandre Costa Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag. Patog. FMRP - USP Opinião pessoal: Gostaria que você, especialmente que recebeu este e-mail, o repasse para o maior número possível de pessoas. Do meu ponto de vista seria interessante que o país inteiro ficasse sabendo desta situação através dos telejornais antes que isso venha a acontecer. Afinal foi um momento de fraqueza dos Estados Unidos que os europeus lançaram o Euro, assim poderá se aproveitar esta situação de fraqueza norte-americana (perdas na guerra do Iraque) para revelar isto ao mundo a fim de antecipar a próxima guerra. Conto com sua participação, no envio deste e-mail.. Celso Luiz Borges de Oliveira Doutorando em Água e Solo FEAGRI/UNICAMP

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

432 TROPA DE ELITE = FASCISMO

Matéria publicada no site www.globo.com

"A "Variety", um dos veículos mais influentes da indústria cinematográfica, publicou nesta segunda-feira (11) uma crítica contundente sobre o filme brasileiro "Tropa de elite", exibido internacionalmente pela primeira vez durante o Festival de Berlim esta manhã. No texto, assinado pelo crítico Jay Weissberg, o longa de José Padilha é descrito como "a celebração da violência pelo bem, que funciona como peça de recrutamento para criminosos fascistas".

O autor sugere também uma suposta semelhança entre o uniforme e o distintivo do Bope - o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio - com os da brigada Cabeça da Morte (Totenkopf), guarda de elite da SS nos campos de concentração nazistas. Um dos argumentos da crítica de Weissberg consiste na escolha de Padilha em narrar a história a partir da visão de Capitão Nascimento (Wagner Moura), o que "reforça a identificação, mas também aliena os espectadores inteligentes que não precisam de explicações para cada conceito que já está sendo mostrado visualmente". "Ainda que o filme tenha sido o mais visto de 2007 no Brasil, o público de filmes de arte não deve perdoar o inescapável ponto-de-vista de direita", avalia Weissberg. O crítico da "Variety" reconhece, no entanto, que "Tropa de elite" traça um "retrato honesto" das favelas cariocas e da corrupção no sistema policial", mas afirma que isso é feito "celebrando policiais psicopatas e ridicularizando quaisquer tentativas de ativismo social"."

ESTÁ CERTO. É UM FILME FASCISTA MESMO QUE NÃO APRESENTA AS CAUSAS SOCIAIS DA VIOLÊNCIA BRASILEIRA E AINDA ESTIMULA UM COMPORTAMENTO VIOLENTO. NÃO É À TOA QUE QUANDO ERA EXIBIDO AQUI NO RIO DE JANEIRO, EQUIVOCADOS DE PLANTÃO FICAVAM URRANDO "CAVEIRA", O GRITO DE GUERRA DESSE ESQUADRÃO DA MORTE REVERENCIADO POR ESSE FILME MEDÍOCRE. JÁ PUBLIQUEI AQUI MINHA OPINIÃO A RESPEITO, VCS PODEM CONFERIR NAS POSTAGENS 231, 248, 249. namastê

domingo, 10 de fevereiro de 2008

431 NAMASTÊ

NAMASTÊ O DEUS QUE HÁ DENTRO DE MIM SAÚDA O DEUS QUE HÁ DENTRO DE VOCÊ sejam todos bem-vindos WELCOME

430 VALEU FLUZÃO

FLUMINENSE 4X1 FLAMENGO

Ficha técnica FLAMENGO 1 x 4 FLUMINENSE FLAMENGO Diego Luizinho Thiago Sales Rodrigo Arroz Egídio Cristian Leo Medeiros Colace (Marcinho) Kleberson Diego Tardelli (Maxi) Obina T: Joel Santana FLUMINENSE Fernando Henrique Rafael Roger Anderson Gustavo Nery Fabinho Romeu Arouca Conca (Maurício) Cícero Thiago Neves T: Renato Gaúcho Gols: Kleberson, aos cinco minutos, Thiago Neves, aos oito, 28, 33 e Maurício aos 41 minutos do segundo tempo Cartões amarelos: Colace (Fla), Leo Medeiros (Fla), Arouca (Flu), Gustavo Nery (Flu), Diego Tardelli (Fla), Romeu (Flu), Thiago Sales (Fla) Árbitro: João Batista de Arruda Auxiliares: Jackson Lourenço e Marcelo Fonseca Data: 10/2/2008 Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro Renda: R$ 630.691,00 Público: 39.056 pagantes (42.543 presentes)

sábado, 9 de fevereiro de 2008

429 FLA X FLU

"Domingo eu vou ao Maracanã..." amanhã, o primeiro FLAFLU de 2008 "Recordar é viver..." namastê

428 FLA X FLU

Fla-Flu, abreviação de Flamengo contra Fluminense, é o termo utilizado no Brasil para a disputa, mais especificamente, a partida de futebol entre os times cariocas do Flamengo e do Fluminense. Este evento é um "clássico" do futebol brasileiro, também batizado por Mário Filho como "O Clássico das Multidões" .

Considerado por especialistas em futebol e por grande parte da mídia esportiva como o clássico mais charmoso do mundo.

O clássico carrega essa fama desde os tempos românticos do futebol carioca e de um modo geral do futebol brasileiro, sendo posteriormente eternizado pelo grande escritor, dramaturgo e jornalista brasileiro Nelson Rodrigues .

"O FLA X FLU surgiu quarenta minutos antes do nada". Nélson Rodrigues

427 FLA X FLU

Fla-Flu já foi uma das pontes para a imortalização de craques como: Leônidas da Silva, Zico, Roberto Rivellino, Washington, Leandro, Júnior, Doval (pelas duas equipes), Renato Gaúcho (pelas duas equipes), Telê Santana (como jogador do Flu), Castilho, entre outros grandes craques do futebol nacional.

Ainda neste clássico encontraremos referências a grandes jogadores como Ézio, Assis, Romário, Sávio, Gerson, Romerito , Edinho, Nunes entre dezenas de outros jogadores que fizeram história no futebol.

"No dia da inauguração do paraíso, houve um FLA-FLU de portões abertos, e escorria gente pelas paredes".»

(Nelson Rodrigues)

426 FLA X FLU

Após assistir ao Fla-Flu da decisão do Campeonato Carioca de 1969 , o escocês Hugh Mc Illvaney,correspondente do Observer, fez o seguinte comentário sobre o jogo, publicado no Jornal do Brasil: "Enorme, esmagador, capaz de transformar em carnaval um espetáculo de futebol, o Maracanã já é uma lenda. A realidade, contudo, é muito maior. A memória que, em mim, ficará para sempre do Fla-Flu e, mais, do próprio futebol brasileiro, será desta enorme, pungente, feliz experiência humana".

Uma das parcerias econômicas que mais renderam frutos para o desenvolvimento do futebol foi consumada em um Fla-Flu, em meados da Década de 1970, quando João Havelange, então presidente da FIFA, levou o presidente de uma multinacional de refrigerantes ainda reticente em associar a imagem de sua empresa a esse esporte para ver o grande clássico. Ao entrar no estádio o presidente da multinacional tremeu ao ver o colorido e ao ouvir o barulho das duas grandes torcidas, momento em que João Havelange usou o argumento definitivo para a conclusão da parceria:

- Presidente, isto é o futebol!

425 FLA X FLU

História do FLA-FLU

O primeiro FLA-FLU, em 7 de julho de 1912 [1] [2] , já deu uma noção do que seria a história deste clássico, pois mesmo o Fluminense tendo perdido nove titulares que foram abrir o departamento de futebol de seu rival, ganhou por 3 a 2 (primeiro gol da história do Fla-Flu, de E. Calvert, do Fluminense, a 1 minuto de jogo), marcando desde o início este confronto, como clássico de grandes imprevisibilidades, de futebol alegre e ofensivo, festa de cores das grandes torcidas , um carnaval fora de época.

O nome próprio deste clássico, FLA-FLU, foi dado pelo jornalista Mário Filho em 1933, quando procurava recursos para motivar o comparecimento das torcidas ao campeonato da recém criada Liga de Futebol .

Em 1925, a seleção carioca precisou ser convocada às pressas para disputar o Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais e pela dificuldade em reunir os jogadores dos diversos clubes, optou-se por convocar apenas jogadores do Flamengo e do Fluminense, o que inicialmente causou repúdio popular, com os amantes do futebol referindo-se à aquele time não como Seleção Carioca mas como Combinado Fla-Flu.

A Seleção Carioca acabou campeã, o que mudou o sentimento popular em relação a ela. Mário Filho teve, então, a capacidade de transformar um nome criado com uma imagem negativa nome próprio e marca registrada desse grande clássico, em 1933 .

Frases e crônicas célebres dos irmãos Nélson Rodrigues e Mário Filho, eternizaram este clássico, como as de Nélson "No dia da inauguração do paraíso, houve um FLA-FLU de portões abertos, e escorria gente pelas paredes", "Tudo é FLA-FLU, o resto é paisagem "[3] ou "o FLA-FLU foi criado seis mil anos antes do nada". Já Mário Filho, jornalista cujo nome batiza oficialmente o Estádio do Maracanã, foi o criador do chavão "Clássico das Multidões", além de dividir, com o grande dramaturgo e cronista Nélson, crônicas fantásticas sobre este grande clássico, tirando-o de um plano material e elevando o Fla-Flu para um plano celestial.

424 FLA X FLU

O Fluminense é o adversário que detém mais vitórias sobre o Flamengo em decisões de títulos, tendo-se sagrado campeão em 8 ocasiões (1919, 1938, 1941, 1969, 1973, 1983, 1984 e 1995), contra 3 do Flamengo(1963, 1972 e 1991). Além das finais de campeonatos, em ocasiões que não chegaram a disputar diretamente o título, o Fluminense foi campeão e o Flamengo vice em 4 ocasiões (1924, 1937, 1938 e 1940), enquanto o rubro-negro foi campeão e o tricolor vice em 7 ocasiões (1915, 1920, 1925, 1927, 1943 e 1953). Além disso, os dois clubes e mais América e Botafogo terminaram empatados o Campeonato Carioca de 1946, tendo que ser realizada uma fase final entre os 4 clubes em turno e returno, que ficou conhecida como Supercampeonato, com o Fluminense sendo campeão, o Botafogo vice e o Flamengo terceiro colocado. Dois Fla-Flus foram disputados, terminando com os resultados de 1 a 1 e Fluminense 4 a 1.O Tricolor e o Rubro-negro também participaram da fase final do Campeonato Carioca de 1985, juntamente com o Bangu , com o Fluminense sendo campeão e o Bangu vice.

Os dois maiores campeões do futebol carioca detêm 59 títulos estaduais, cabendo 30 ao Fluminense, campeão do século XX no Estado do Rio de Janeiro, por ter sido o maior ganhador de títulos estaduais do século passado.

Quem seriam os maiores personagens do FLA-FLU nesses mais de 94 anos de história? Pelo lado do Flamengo, provavelmente foi Zico,com 19 gols marcados, embora Pirilo tenha feito 18 na década de 40, mas sem ganhar tantos títulos pelo Rubro-negro quanto Zico.

Pelo lado do Fluminense, embora o goleador Ézio tenha feito 12 gols na pior década da história do Fluminense, nos anos 90, Hércules 15 na década de 30, Russo 13 na de 40, em épocas gloriosas para o Tricolor, Renato Gaúcho tenha feito um gol de barriga na decisão do Campeonato Carioca de 1995 no ano do centenário do clube rival, provavelmente o grande nome é Assis, o carrasco dos anos 80, que marcou gols nas decisões dos campeonatos cariocas de 1983 e de 1984 , sendo que em 1983, no último minuto do jogo.

A partida Flamengo 0 a 0 Fluminense, decisão do Campeonato Carioca em 15 de dezembro de 1963, registrou o maior público da história do futebol mundial entre clubes, nada menos do que 194.603 espectadores, sendo 177.656 pagantes. Este clássico do futebol carioca registrou pelo menos 35 vezes públicos acima de cem mil pessoas.

O espetacular Cine Jornal Canal 100, que posteriormente se transformaria em um programa televisivo, eternizou várias partidas deste clássico, entre estas, a mais recente, a célebre decisão do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro de Futebol de 1995.

Este foi o último programa da série, onde uma decisão com craques como Renato Gaúcho, Romário, Sávio e Branco, brilhavam em campo. Nesta partida o Fluminense se sagraria campeão em um jogo eletrizante, considerado uma das partidas mais memoráveis da história do futebol. O clímax se deu com um gol de barriga marcado por Renato Gaúcho, faltando quatro minutos para o encerramento, que seria o gol do título Tricolor.

Na última partida importante entre as duas equipes, o Fluminense conquistou uma significativa vitória por 4 a 1 sobre o rival,na decisão da Taça Rio 2005 .

423 FLA X FLU

Estatísticas do FLA-FLU

Partidas disputadas

363

  • Vitórias do Flamengo: 130
  • Vitórias do Fluminense: 117
  • Empates:116
  • Gols do Flamengo: 537
  • Gols do Fluminense: 492
  • Maior artilheiro pelo Flamengo : Zico ( anos 70 e 80 ), com 19 gols .
  • Maior artilheiro pelo Fluminense : Hércules ( anos 30 ), com 15 gols .

422 FLA X FLU

No Maracanã

208 partidas

  • Vitórias do Flamengo: 78
  • Vitórias do Fluminense: 70
  • Empates: 60

Em Campeonatos Brasileiros

35 partidas

  • Vitórias do Fluminense: 14
  • Vitórias do Flamengo: 12
  • Empates: 9

Em decisões estaduais

  • Último FLA-FLU considerado: Fluminense 2 a 0 Flamengo, 7 de Outubro de 2007, Campeonato Brasileiro de Futebol.

421 FLA X FLU

Maiores públicos do FLA-FLU

  1. Flamengo 0 a 0 Fluminense, 194.603 (177.656 pags.), C. Estadual, 15 de Dezembro de 1963
  2. Flamengo 2 a 3 Fluminense, 171.599, C. Estadual, 15 de Junho de 1969
  3. Flamengo 0 a 0 Fluminense, 155.116, C. Estadual, 16 de Maio de 1976
  4. Flamengo 0 a 1 Fluminense, 153.520, C. Estadual, 16 de Dezembro de 1984
  5. Flamengo 0 a 2 Fluminense, 138.599, C. Estadual, 2 de Agosto de 1970
  6. Flamengo 1 a 1 Fluminense, 138.557, C. Estadual, 22 de Abril de 1979
  7. Flamengo 5 a 2 Fluminense, 137.002, C. Estadual, 23 de Abril de 1972
  8. Flamengo 2 a 1 Fluminense, 136.829, C. Estadual, 7 de Setembro de 1972
  9. Flamengo 3 a 3 Fluminense, 136.606, C. Estadual, 18 de Outubro de 1964
  10. Flamengo 1 a 0 Fluminense, 124.432, C. Estadual, 23 de Setembro de 1979
  11. Flamengo 1 a 2 Fluminense, 122.434, C. Estadual, 6 de Dezembro de 1953
  12. Flamengo 3 a 0 Fluminense, 122.142, C. Estadual, 29 de Agosto de 1982