MAPA ASTRAL

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

341 OS 4 ELEMENTOS

1. Os elementos não são corpos, mas os princípios substanciais a partir dos quais todos os corpos são formados. 2. Os elementos são eternos e indestrutíveis; idênticos a eles mesmos e, portanto, são o que sempre foram e permanecerão para sempre o que são. Eles são eternamente subsistentes e não engendrados.

3. Todo e qualquer corpo é sempre composto pelos quatro elementos. 4. Todas as coisas e todos os corpos nascem e perecem por causa da união ou da separação dos elementos e as qualidades de todas as coisas provêm da proporção em que cada um dos elementos entra na sua composição.

5. Ou seja, todos os corpos, quaisquer que sejam, se originam sempre de uma mistura de todos esses quatro elementos e se diferenciam uns dos outros pela predominância de um ou outro deles.

6. As qualidades sensíveis (sonoridade, tangibilidade, visibilidade, palatabilidade e a qualidade odorífica) são o reflexo microcósmico dos cinco elementos cósmicos correspondentes, enquanto os corpos são compostos pelos elementos mesmos nos quais eles se substancializam.

Stephen Arroyo (Astrologia, Psicologia e os 4 Elementos): "Um ser humano não poderá existir se apenas um dos elementos estivesse ausente, pois, nesse caso, estaria inteiramente destituído da função dessa energia, tanto psicológica, quanto fisicamente. Todavia os elementos mais enfatizados num mapa natalício pela colocação planetária e pelo elemento ocupado pelo ascendente indicam as energias e qualidades principais com as quais estamos conscientemente sintonizados. (...) Os elementos que carecem de ênfase no mapa indicam domínios específicos de atividade na vida, com os quais a pessoa não está em contato conscientemente. Resulta daí, que estes elementos revelam uma sintonia que deve ser conscientemente cultivada e desenvolvida para que o indivíduo possa ter uma participação, mesmo que mínima, nesse campo de experiência, necessária para uma vida satisfeita e completa."

Nenhum comentário: