MAPA ASTRAL

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

163 O SUICÍDIO

Em seu clássico livro, O Suicídio, Émile Durkheim, pensador francês que ajudou a fundar a Sociologia, considera que, como é presente em todas as sociedades, o suicídio não é um fator de desequilíbrio social em si, mas um indicador, que em seus excessos, aponta os casos de Anomia social. Para resolver a si mesma e suas tensões, as sociedades, segundo esse autor, desenvolvem esquemas de solidariedade distintos: as sociedades tradicionais, com um estrutura de divisão social do trabalho mais simples - muitas vezes uma divisão sexual do trabalho -, são baseadas em uma estrutura de Solidariedade, denominada por Durkheim, de mecânica; por sua vez, as sociedades complexas - em relação à divisão social do trabalho - se estruturariam em redes de Solidariedade orgânicas.

Nenhum comentário: