MAPA ASTRAL

domingo, 29 de julho de 2007

25 "DEUS ME LIVRE DE SER NORMAL"

ENTREVISTA COM O PROFESSOR E MESTRE DE YOGATERAPIA HERMÓGENES, PUBLICADA EM 2005 NO JORNAL MERCÚRIO - RIO DE JANEIRO
por Simone Kabarite
É redundante, mas inevitável falar da impressionante forma que o professor Hermógenes tem aos 82 anos de idade. Pioneiro da Yoga no Brasil, quando começou a praticar e a ensinar há mais de 42 anos, ele é um misto de suavidade e firmeza que confirma a sua opção por uma filosofia de vida alternativa. José Hermógenes de Andrade Filho, foi o primeiro autor de uma obra sobre o tema no país e hoje acumula mais de 30 livros publicados, alguns editados no exterior, além da tradução de seis volumes de cunho filosófico e espiritualista. Doutor em yogaterapia, título concedido pelo World Development Parliament, da Índia, é o criador do treinamento anti-estresse. Ao longo desses anos de experiência, professor Hermógenes identificou doenças universais dos nossos tempos, como a normose, que ele fala na entrevista que segue abaixo, além de outros ensinamentos, que fazem dele uma referência na medicina holística do país.O senhor conheceu a Yoga quando teve tuberculose, como foi que aconteceu?Descobri a Yoga a partir de uma situação de sofrimento. Eu estava na faixa de 35 anos e me sentia envelhecido. Foi então que, mesmo com os médicos recomendando repouso, comecei a ler o livro do indiano Selvajaram Yesudiam e a praticar a Yoga. O resultado foi tão impressionante que nunca mais parei. É um sistema incessante, amplo. Eu posso dizer que encontrei na Yoga as fontes vitais para a saúde. Saúde para mim não se refere apenas ao corpo físico, mas às energias, às emoções, os pensamentos e convicções. Uma visão holística, onde o homem é muito mais vasto do que a ciência suspeita. Quais são os princípios da Yogaterapia ?
Os movimentos da Hatha-Yoga não são somente corporais, mas sim energéticos, voluntários, conscientes. Além da nutrição, para uma vida feliz são importantíssimos a oração, a meditação, as leituras espirituais, o perdão, a companhia de pessoas sadias, puras, o cântico, caminhar, fazer o bem... São os remédios que a medicina desconhece, que não intoxicam, não custam dinheiro e nem dependência. Hoje o que estou divulgando é menos Yoga e mais um estilo de vida inteligente e simples, em substituição aos produtos farmacêuticos. E ainda têm um poder preventivo surpreendente.
É possível uma pessoa começar a praticar sozinha, assim como o Senhor fez?
Sim, no meu livro Autoperfeição com Hatha-Yoga, que já está na 44ª edição, está a base para quem quer começar. Há um caso muito impressionante do Luiz Fernando Gusson, que eu até descrevo no meu livro Yoga para Nervosos. Ele cumpre pena no Rio Grande do Norte por seqüestro e morte. Até que chegou às suas mãos uma cópia desse meu livro, que pertencia à Universidade Federal. Ele fala que a prisão serviu como uma libertação por tê-lo levado a conhecer a Yoga. Hoje ele está com a mente livre ensinando Yoga, seguindo o método, para outros companheiros que também aderiram, através de um programa do estado. Além desse, conto casos de cura das mais diversas doenças com a prática da Yoga.
O senhor acha possível obter um resultado rápido com a Yoga?
Em alguns casos sim, como stress, depressão, hipertensão, insônia e síndrome do pânico. Eu comecei a falar sobre essa doença no meu livro, Yoga para Nervosos, quando a medicina ainda não tinha dado o nome de síndrome do pânico, não sabiam definir. Em um capítulo do livro eu chamo de “A Coisa”. Muitos leitores falaram que não tinham esperança que alguém compreendesse tão bem o que eles sentiam, viviam apavorados. Até mesmo a leitura já ajudou muita gente. O ator Jackson Antunes passou por um momento de depressão e declarou que, quando conheceu o meu livro de poesias, encontrou o caminho da cura e da paz.
Como o senhor vê estas novas modalidades da Yoga?
A base da Yoga já está bem definida há milênios. Procurei nos livros teóricos e não encontrei nenhum apoio. O princípio básico da yoga é AHIMSA, a não-violência. A arma mais poderosa usada por Gandhi para conseguir a independência. Os conceitos da yoga são com AHIMSA, pelo menos é o que dizem as escrituras. Isto eu falo em um de meus livros chamado O que é Yoga?”, esclareço para evitar que comprem “gato por lebre”.
Em suas obras o Senhor fala da egoesclerose, o que significa?
É uma doença universal, é o egoísmo. Em função de si, o individuo sacrifica os outros. Um ego hipertrofiado e rígido. Os bandidos, os administradores corruptos são os casos mais graves de egoesclerose. E há a normose também que é a doença de ser normal. É a pessoa entediada, consumista, superficial, insatisfeita, irritada. É o vazio. Eu criei até um slogan a partir disso: “Deus me livre de ser normal”!!!.

Nenhum comentário: